CIRURGIAS ESPIRITUAIS

OBS.: Quero lembrar que fiz este blog apenas para ajudar e informar pessoas que gostam de tratamentos alternativos, deixando claro que não tenho nenhuma ligação direta com o templo. Eu particularmente acredito e conseguí curas através dele, mas é de responsabilidade de cada um o que possa vir a acontecer, lembrando que quando é chegada a hora da pessoa partir não tem força nenhuma que mude a situação. As entidades apenas podem colaborar amenizando o sofrimento em seus momentos finais. Boas curas, ótima saúde e muita paz a todos.

Paz e Luz a todos seguidores e visitantes do Blog.

quinta-feira, 31 de março de 2011

A PARÁBOLA DA ROSA

Photobucket

Certa vez, um homem plantou uma roseira e passou a regá-la constantemente.

Assim que ela soltou seu primeiro botão que em breve desabrocharia, o homem notou espinhos sobre o talo e pensou consigo mesmo: Como pode uma flor tão bela vir de uma planta rodeada de espinhos?

Entristecido com o fato, ele se recusou a regar a roseira e, antes mesmo de estar pronta para desabrochar, a rosa morreu.

Isso acontece com muitos de nós com relação à nossa semeadura.

Plantamos um sonho e, quando surgem as primeiras dificuldades, abandonamos a lavoura.

Fazemos planos de felicidade, desejamos colher flores perfumadas e, quando percebemos os desafios que se apresentam, logo desistimos e o nosso sonho não se realiza.

Os espinhos são exatamente os desafios que se apresentam para que possamos superá-los.

Se encontramos pedras no caminho é para que aprendamos a retirá-las e, dessa forma, nossos músculos se tornem mais fortes.

Não há como chegar ao topo da montanha sem passar pelos obstáculos naturais da caminhada. E o mérito está justamente na superação desses obstáculos.

O que geralmente ocorre é que não prestamos muita atenção na forma de realizar nossos objetivos e, por isso, desistimos com facilidade e até justificamos o fracasso lançando a culpa em alguém ou em alguma coisa.

O importante é que tenhamos sempre em mente que, se desejamos colher flores, temos que preparar o solo, selecionar cuidadosamente as sementes, plantá-las, regá-las sistematicamente e só depois, colher.

Se esperamos colher antes do tempo necessário, então a decepção surgirá.

Se temos um projeto de felicidade, é preciso investir nele. E considerar também a possibilidade de mudanças na estratégia.

Se, por exemplo, desejamos um emprego estável, duradouro e não estamos conseguindo, talvez tenhamos que rever a nossa competência e nossa disposição para aprender.

Não adianta jogar a culpa nos governantes nem na sociedade. É preciso, antes de tudo, fazer uma avaliação das nossas possibilidades pessoais.

Se desejamos uma relação afetiva duradoura, estável, tranquila e não conseguimos, talvez seja preciso analisar ou reavaliar nossa forma de amar.

Quando os espinhos de uma relação aparecem, é hora de pensar numa estratégia diferente, ao invés de culpar homens e mulheres ou a agitação da vida moderna, ou simplesmente deixar a rosa do afeto morrer de sede.

Há pessoas que, como o homem que deixou a roseira morrer, deixam seus sonhos agonizarem por falta de cuidados ou diminuem o seu tamanho. Vão se contentando com pouco, na esperança de sofrer menos.

Mas o ideal é estabelecer um objetivo e investir esforços para concretizá-lo.

Se no percurso aparecer alguns espinhos, é que estamos sendo desafiados a superar, e jamais a desistir.

* * *

Quem deseja aspirar o perfume das rosas, terá que aprender a lidar com os espinhos.

Quem quer trilhar por estradas limpas, terá que se curvar para retirar as pedras e outros obstáculos que surjam pela frente.

Quem pretende saborear a doçura do mel, precisa superar eventuais ferroadas das fabricantes, as abelhas.

Por tudo isso, não deixe que nenhum obstáculo impeça a sua marcha para a conquista de dias melhores.

Redação do Momento Espírita

Não pisemos nas flores do campo

Photobucket

Um dia Maria caminhava com uma amiga para ir pegar a água preciosa no poço.

Quando Ela viu, na beira da estrada, muitas florezinhas silvestres – porque as flores, elas são insistentes, representam a beleza de Deus e são capazes, mesmo no deserto, de teimar em florir, aqui e ali-essa companheira foi na direção dessas poucas florezinhas rasteiras, Maria disse para ele:

-Não pise as flores do chão! Elas são nosso Pai a embelezar nossas vidas e resplandecer nos nossos olhos a grandeza que só Ele sabe doar. Essas florezinhas, se forem pisadas pelos nossos pés, não darão o néctar precioso para as abelhinhas, não será o alimento para o colibri... Não pise as flores do chão.

-Maria, em tudo você vê Deus. Em tudo o que você faz, você sempre vê Deus. Essas flores para mim são apenas flores, mas para você, elas representam uma vida tão extensa, tão fértil ... Eu não vou pisá-las.

Ao afastar-se do local, naquele instante, uma serpente fugiu de entre as flores e atravessou o caminho. A mulher, a jovem mulher, deu um grito de susto:

-Maria, você, me ensinando não pisar as flores, me salvou a vida!

Maria disse:

-Não, minha amiga, quem te salvou a vida foi Deus. Mas, lembre-se de que, assim como as abelhas buscam o néctar precioso e os colibris, nos pistilos das flores, o seu alimento, também os répteis se escondem na sombra do chão. Aprenda a olhar o céu sem descuidar-se da Terra. Olhe aonde seus pés pisam e procure conservar a vida, porque assim você estará conservando a sua própria vida.

E foram buscar a água abençoada. A mulher, insistentemente, olhava para Maria e Maria, olhando para o céu, dizia:

-Obrigada, Senhor! Porque em tudo o que nos cerca existe a sua imensa lição de amor. Obrigada, Senhor, pela vida, obrigada pelas lições que o chão nos ensina, que o céu possa nos aprovar.

Acabou a pequena história. Essa mulher nunca mais, certamente, deve ter pisado as flores do chão. Mas, certamente, deve ter tido muito cuidado com os matos rasteiros que estão às margens do nosso caminho.

Aqueles que estão no nosso caminho são, efetivamente, os companheiros de jornada. Aqueles que estão à margem do nosso caminho são, ás vezes, colaboradores, ou meros espectadores. Mas, quem disse que não podemos ajudar a todos eles nesse processo de serem espectadores? Por que não podemos ajudá-los a ter uma vida mais intensa, mais bela e mais produtiva?

Quanto à nós, sigamos com as lições que Maria nos oferece, na singeleza do seu ser. Não pisemos as flores do campo, porque em todas elas resplandece Deus.

Autor: Bezerra de Menezes
Psicografia de Shyrlene Soares Campos

quarta-feira, 30 de março de 2011

RELIGIÕES

Photobucket

“Para mim, as diferentes religiões são lindas flores, provenientes do mesmo jardim. Ou são ramos da mesma árvore majestosa. Portanto, são todas verdadeiras”.

A frase que você acabou de ouvir foi dita por uma das mais importantes personalidades do século vinte: o Mahatma Gandhi.

Veja quanta sabedoria nas palavras do homem que liderou a independência da Índia sem jamais recorrer à violência!

Nos tempos atuais, são raros os que realmente têm uma posição como a de Gandhi, que manifestava um profundo respeito pela opção religiosa dos outros.

Muitas pessoas acreditam que sua religião é superior às demais. Acreditam firmemente que somente elas estão salvas, enquanto todos os demais estão condenados.

Pouquíssimas pensam na essência da mensagem que abraçam, já que estão muito preocupadas em converter almas que consideram perdidas.

E, no entanto, Deus é Pai da Humanidade inteira. Todos nós temos a felicidade de trazer, em nossa consciência, o sol da Lei Divina. Ninguém está desamparado.

De onde vem, então, essa atitude preconceituosa, exclusivista, que nos afasta de nossos irmãos?

Vem de nosso pensamento limitado e ainda egoísta. Quase sempre o homem acredita que tem razão.

Imagina que suas opiniões, crenças e opções são as melhores. Você já notou que a maior parte das pessoas acha que tem muito a ensinar aos outros?

É que, em geral, as pessoas quase não se dispõem a ouvir o outro: falam sem parar, dão opiniões sobre tudo, impõem sua opinião.

São almas por vezes muito alegres, expansivas, que adoram brincar. Chamam a atenção pela vivacidade, pelos modos espalhafatosos, pelas risadas contagiantes e pelas conversas em voz alta.

Mas são raras as vezes em que param para escutar o que o outro tem a dizer.

São como crianças um tanto egoístas, para quem o Mundo está centrado em si ou na satisfação de seus interesses.

É uma atitude muito semelhante a que temos quando acreditamos que o outro está errado, simplesmente por ser de uma religião diferente. É que não conseguimos parar de pensar em nossas próprias escolhas.

Não estudamos a religião alheia, não nos informamos sobre o que aquela religião ensina, que benefícios traz, quanta consolação espalha.

Se estivéssemos envolvidos pelo sentimento de amor incondicional pelo próximo, seríamos mais complacentes e mais atentos às necessidades do outro.

E então veríamos que, na maioria dos casos, as pessoas estão muito felizes com sua opção religiosa.

A nossa religião é a melhor? Sim, é a melhor. Mas é a melhor para nós.

É óbvio que gostamos de compartilhar o que nos faz bem. Ofertar aos outros a nossa experiência positiva é uma atitude louvável e natural.

Mas esse gesto de generosidade pode se tornar inconveniente quando exageramos.

Uma coisa é ofertar algo com espírito fraternal, visando o bem. Mas diferente quando desejamos impor aos demais a nossa convicção particular.

Se o outro pensa diferente, respeite-o! Ele tem todo o direito de fazer escolhas. Quem de nós lhe conhece a alma? Ou a bagagem espiritual, moral e intelectual que carrega?

Deus nos deu nosso livre arbítrio e o respeita. Por que não imitá-Lo?

Enquanto não soubermos amar profundamente o próximo, respeitando-lhe as escolhas, não teremos a atitude de amor ensinada por todas as religiões e pelos grandes Mestres da Humanidade.


Texto da Redação do Momento Espírita.

ORAÇÃO A SÃO JORGE

Photobucket



Ó São Jorge, meu Santo Guerreiro e protetor, invencível na fé em Deus, que por ele sacrificou-se, traga em vosso rosto a esperança e abri os meus caminhos. Com sua couraça, sua espada e seu escudo, que representam a fé, a esperança e a caridade, eu andarei vestido, para que meus inimigos tendo pés não me alcancem, tendo mãos não me peguem, tendo olhos não me enxerguem e nem pensamentos possam ter, para me fazerem mal. Armas de fogo ao meu corpo não alcançarão, facas e lanças se quebrarão sem ao meu corpo chegar, cordas e correntes se arrebentarão sem o meu corpo tocar. Ó Glorioso nobre cavaleiro da cruz vermelha, vós que com a sua lança em punho derrotaste o dragão do mal, derrote também todos os problemas que por ora estou passando . Ó Glorioso São Jorge, em nome de Deus e de Nosso Senhor Jesus Cristo estendei-me seu escudo e as suas poderosas armas, defendendo-me com a vossa força e grandeza dos meus inimigos carnais e espirituais. Ó Glorioso São Jorge, ajudai-me a superar todo o desânimo e a alcançar a graça que agora vos peço (Faça agora seu pedido justo). Ó Glorioso São Jorge, neste momento tão difícil da minha vida eu te suplico para que o meu pedido seja atendido e que com a sua espada, a sua força e o seu poder de defesa eu possa cortar todo o mal que se encontra em meu caminho. Ó Glorioso São Jorge, dai-me coragem e esperança, fortalecei minha fé, meu ânimo de vida e auxiliai-me em meu pedido. Ó Glorioso São Jorge, traga a paz, amor e a harmonia ao meu coração, ao meu lar e a todos que estão em minha volta. Ó Glorioso São Jorge, pela fé que em vós deposito: guiai-me, defendei-me e protegei-me de todo o mal. Amém.

OS GIRASSÓIS

Photobucket

Você já viu um girassol?

Trata-se de uma flor amarela, muito grande, que gira sempre em busca do sol. E é por essa razão que é, popularmente, chamada de girassol.

Quando uma pequena e frágil semente dessa flor brota em meio a outras plantas, procura imediatamente a luz solar.

É como se soubesse, instintivamente, que a claridade e o calor do sol lhe possibilitarão a vida.

E o que aconteceria à flor se a colocássemos em uma redoma bem fechada e escura?

Certamente, em pouco tempo, ela morreria.

* * *

Assim como os girassóis, nosso corpo físico também necessita da luz e do calor solar, da chuva e da brisa, para nos manter vivos.

Mas não é só o corpo físico que precisa de cuidados para prosseguir firme. O Espírito igualmente necessita da Luz Divina para manter acesa a chama da esperança.

Precisa do calor do afeto, da brisa da amizade, da chuva de bênçãos que vem do alto.

Todavia, é necessário que façamos esforços para respirar o ar puro, acima das circunstâncias desagradáveis que nos envolvem.

Muitos de nós permitimos que os vícios abafem a nossa vontade de buscar a luz, e definhamos dia a dia como uma planta mirrada e sem vida.

Ou, então, nos deixamos enredar nos cipoais da preguiça e do desânimo e ficamos a reclamar da sorte, sem fazer esforços para sair da situação que nos desagrada.

É preciso compreender os objetivos traçados por Deus para a elevação de Seus filhos, que somos todos nós.

E para que possamos crescer, de acordo com os planos divinos, o Criador coloca à nossa disposição tudo o de que necessitamos.

É o amparo da família, que nos oferece sustentação e segurança em todas as horas...

A presença dos amigos nos momentos de alegria ou de tristeza a nos amparar os passos e a nos impulsionar para a frente.

São as possibilidades de aprendizado, que surgem a cada instante da caminhada, tornando-nos mais esclarecidos e preparados para decidir qual o melhor caminho a tomar.

Mas, o que acontece conosco quando nos fechamos na redoma escura da depressão ou da melancolia e assim permanecemos por vontade própria?

É possível que, em pouco tempo, nossas forças esmoreçam e não nos permitam, sequer, gritar por socorro.

Por essa razão, devemos entender que Deus tem um plano de felicidade para cada um de nós e que, para alcançá-lo, é preciso buscar os recursos disponíveis.

É preciso imitar os girassóis. Buscar sempre a luz, mesmo que as trevas insistam em nos envolver.

É preciso buscar o apoio da família, nos momentos em que nos sentimos fraquejar.

É preciso rogar o socorro dos verdadeiros amigos quando sentimos as nossas forças enfraquecendo.

É preciso, acima de tudo, buscar a Luz Divina que consola e esclarece, ampara e anima em todas as situações.

* * *

Quando as nuvens negras dos pensamentos tormentosos cobrirem com escuro véu o horizonte de tuas esperanças, e o convite da depressão rondar-te a alma, imita os girassóis e busca respirar o ar puro, acima das circunstâncias desagradáveis.

Quando as dificuldades e os problemas se fizerem insuportáveis, tentando sufocar-te a disposição para a luta, lembra-te dos girassóis e busca a Luz Divina através da oração sincera.

Redação do Momento Espírita utilizando pensamentos finais extraídos do texto do Momento Espírita Na barca do coração

terça-feira, 29 de março de 2011

Photobucket

Prece aos Anjos Guardiães e aos Espíritos Protetores

Photobucket


Todos nós temos um Bom Espírito, ligado a nós desde o nascimento, que nos tomou sob a sua proteção. Cumpre junto a nós a missão de um pai junto ao filho: a de nos conduzir no caminho do bem e do progresso, através das provas da vida. Ele se sente feliz quando correspondemos à sua solicitude, e sofre quando nos vê sucumbir. Seu nome pouco importa, pois que ele pode não ter nenhum nome conhecido na Terra. Invocamo-lo, então, como o nosso Anjo Guardião, o nosso Bom Gênio. Podemos mesmo invocá-lo com o nome de um Espírito Superior, pelo qual sintamos uma simpatia especial.

Além do nosso Anjo guardião, que é sempre um Espírito Superior, temos os Espíritos Protetores, que, por serem menos elevados, não são menos bons e generosos. São Espíritos de parentes ou amigos, e algumas vezes de pessoas que nem sequer conhecemos na atual existência. Eles nos ajudam com os seus conselhos, e freqüentemente com a intervenção nos acontecimentos de nossa vida. Os Espíritos simpáticos são os que se ligam a nós por alguma semelhança de gostos e tendências. Podem ser bons ou maus, segundo a natureza das inclinações que os atraem para nós. Os Espíritos sedutores esforçam-se para nos desviar do caminho do bem, sugerindo-nos maus pensamentos. Aproveitando-se de todas as nossas fraquezas, como de outras tantas portas abertas, que lhes dão acesso à nossa alma.
Há os que se agarram a nós como a um presa, mas afastam-se quando reconhecem a sua impotência para lutar contra nossa vontade.

Deus nos deu um guia principal e superior em nosso Anjo Guardião, e como guias secundários os nossos Espíritos Protetores e Familiares. É um erro, entretanto, supor que tenhamos forçosamente um mau gênio junto a nós, para contrabalançar as boas influências daqueles. Os maus Espíritos nos procuram voluntariamente, desde que achem possível dominar-nos, em razão da nossa fraqueza ou da nossa negligência em seguir as inspirações dos Bons Espíritos, somos nós, portanto, que os atraímos. Disso resulta que não somos nunca privados da assistência dos Bons Espíritos, e que depende de nós o afastamento dos maus. Pelas suas imperfeições, sendo ele mesmo a causa dos sofrimentos que o atingem, o homem é quase sempre o seu próprio mau gênio. A prece aos Anjos Guardiães e aos Espíritos Protetores deve ter por fim solicitar a sua intervenção junto a Deus, pedir-lhes a força de que necessitamos para resistir às más sugestões, e a sua assistência para enfrentarmos as necessidades da vida.

SOL DAS ALMAS

Photobucket

É pelo amor, sol das almas, que Deus mais eficazmente atua no mundo...

Você já notou como um belo dia de sol consegue nos fazer bem?
a temperatura pode estar baixa, mostrando os prenúncios do inverno,
mas mesmo assim o brilho intenso da estrela solar consegue nos trazer ânimo e esperança.

Algum poeta apaixonado poderia dizer que os raios solares são um abraço do criador, fazendo-nos acreditar que estamos seguros, que estamos protegidos,
mas é através de um outro sol, o sol interior, que o pai mostra-se mais presente em nossas vidas: “o amor”.

O amor é encontrado no coração do homem, manifestado em seus pensamentos e ações.

O amor, condição indispensável para que tudo na vida faça sentido e tenha valor.

Paulo de Tarso, em sua carta ao povo de Corinto, afirmava que se não houvesse amor em suas ações, elas não teriam validade e que se não existisse amor em sua alma ela nada seria.

O apóstolo ainda trazia a aplicação prática deste ensino, dizendo que o amor é paciente, mostrando-nos a virtude da paciência, esta disposição íntima que nos faz esperar com calma, que nos auxilia a evitar a precipitação, que não é passiva, mas é atuante e dinâmica.

O amor é benigno, isto é, ele deve irradiar de nossa casa interior, para iluminar outros lares através da caridade, da intenção de fazer feliz aqueles que estão ao nosso redor.

O amor não arde em ciúmes, não guarda o sentimento de posse sobre ninguém, pois sabe que não possuímos as pessoas, e que se as amamos, devemos libertá-las.

O amor não se orgulha, nem se ensoberbece, é humilde e faz com que saibamos o nosso devido lugar, conhecendo nossas imperfeições e reconhecendo as dificuldades do próximo e jamais nos proclamando melhores que alguém.

O amor não se conduz inconvenientemente, é delicado, sensível, e se expressa nas pequenas coisas, nas pequenas ações que são invisíveis aos olhos do mundo, mas que para Deus demonstra o nosso interesse e preocupação com as outras pessoas.

O amor não procura seus interesses, é espontâneo. Não age visando a vantagem, a recompensa, ele simplesmente ama, se doa, sem exigir retorno.

O amor não se exaspera, é tolerante, compreensivo e sabe que necessitamos compreender as dificuldades alheias, pois todos sem exceção ainda a temos.

Que o AMOR de Bezerra de Menezes nos sirva de exemplo para quando, na pequena escala que nos é possível atuar, ensaiemos nossos tímidos passos na prática da caridade cristã.

Oração por Mãe Maria

Photobucket

Obrigado Jesus.
Obrigado por esse dia maravilhoso.

Obrigado por ter essa mãe tão linda com seus cabelos cacheados,
olhos negros, pele escura, sempre sorridente.

Uma das melhores coisas que tenho e que mais gosto de fazer é sentar em seu colo, escutar seus conselhos e aprender coisas maravilhosas do livro da vida, que ninguém consegue ensinar melhor que ela. Ela está sempre junto com a avó Maria, Maria Rosa, Marion e outras moças cheias de vida e encanto.

Sentamos com outras crianças aos seus pés e ela nos explica sua vivência e nosso coração se enche de amor. Nossos olhos se enchem de lágrimas com as coisas bonitas que ela fala, das coisas lindas que ela nos mostra. E nós aprendemos então a viver, criamos em nosso coração uma vontade imensa de sermos bons, por que os bons têm sua recompensa. E nós vemos isso no coração dessa mãe, que é grandioso. Nós vemos isso na luz que sai do seu peito e envolve todos nós. E acreditamos nisso porque nós vemos, não só porque temos fé, mas porque nós sabemos que ela tem um coração de ouro. E sabemos que um dia seremos tão bonitos quanto ela.

Nós sentamos a seus pés e brincamos, ouvimos suas palavras e enchemos nossa alma de amor. Somos crianças e amamos o seu jeito simples e amoroso de nos cuidar.

Nós prometemos querido Jesus que vamos trabalhar muito para aprender a tirar as coisas ruins do coração para ser igual a ela, cheia de luz.

Muitas vezes ela me pega em seu colo e afaga meus cabelos; então eu me sinto o melhor filho do mundo porque ninguém pode ter uma mãe tão carinhosa como esta.

Ajude Jesus, para que todas as mães sejam iguais a nossa mãe Maria e que todas tenham essa luz imensa que ela tem.

O que digo e peço hoje se estende a todas as mães negras, brancas, mestiças, de todas as etnias ou condições sociais, em todas as partes do mundo.

Lembro de Maria de Nazaré, nossa Mãe Santíssima, porque hoje também comemoramos o seu dia.

Queremos um dia também deitar no seu colo, dormir, sonhar e sentir o quanto podemos ser felizes.

Obrigado Jesus por nos dar essas mães maravilhosas porque elas cuidam do nosso coração.

Por favor, Divino Jesus, cuide dessas nossas mães e de todas as mães do mundo para que elas sempre tenham coragem e amor para enfrentar tudo e todos para que seus filhos sejam felizes e andem eternamente nos caminhos de Deus.

Obrigado, Jesus, obrigado, obrigado...

Luisinho.

Mensagem psicofonica recebida pelo médium Luiz Marini, no Centro Espírita Dr. Adolfo Bezerra de Menezes, de Pato Branco – PR, em sessão pública na noite de 13-05-09.


OBS: Luisinho é o espírito de um menino de sete anos de idade que trabalha com a falange do bem no Centro Espírita Dr. Adolfo Bezerra de Menezes de Pato Branco - PR.

A MEDIUNIDADE

Photobucket

A questão da mediunidade tem sido tratada, ainda em nossos dias, de forma bastante pueril por aqueles que, não a conhecendo em profundidade, se arvoram em discorrer a respeito.

Normalmente vinculam-na ao Espiritismo, como se ela fosse invenção e apanágio dos espíritas.

É, no entanto, no livro religioso mais antigo e respeitado de que tem conhecimento o Ocidente, que encontramos uma farta gama de exemplos de médiuns.

Referimo-nos à Bíblia. E em seu Antigo Testamento, encontramos a descrição detalhada do festim de Baltazar, o neto de Nabucodonosor, na Babilônia.

Em meio ao alegre festim, uma mão apareceu ao fundo da sala e escreveu três palavras, que ninguém conseguia decifrar.

Foi necessário chamar o profeta hebreu Daniel que ali compareceu e informou ao rei que as palavras significavam Pesado, Medido, Dividido, predizendo a divisão do seu reino em breve.

Fato que se consumou nos dias seguintes, com a vitória de medos e persas naquele país.

Ora, o primeiro fenômeno trata-se da escrita direta, quando os Espíritos não se utilizam da mão do médium para escrever, fenômeno estudado pelo Codificador da Doutrina Espírita no século XIX, com detalhes.

O segundo, o da decifração da mensagem tem a ver com a inspiração do profeta, que colheu no Invisível informação precisa.

Logo no início do Novo Testamento, o Evangelista Lucas descreve a anunciação de Maria pelo anjo Gabriel. Ora, ela viu o mensageiro Divino, portanto fenômeno de vidência.

Ouviu-o com detalhes, pois que com ele conversou. Fenômeno de audiência.

E, numa época em que não existia a ecografia, o mensageiro dos céus não somente lhe fala da sua concepção, mas do sexo da criança, do nome que Lhe seria dado e da Sua missão, com as palavras:

Eis que conceberás e darás à luz um filho, e lhe porás o nome de Jesus. Será grande e o chamarão filho do Altíssimo e o seu reino não terá fim.

Finalmente, lhe informa Gabriel que sua prima também está grávida há seis meses, motivo que leva Maria a visitá-la.

Mediunidade não é, portanto, exclusividade dos espíritas. É de todos os tempos. É faculdade inerente ao homem, dada por Deus para que ele, deste mundo de dores, possa alçar-se ao Infinito e sentir o socorro e amparo espirituais, pelos fios invisíveis da comunicação que, em síntese, se dá através da oração, que eleva o ser às culminâncias do Invisível.

* * *

O pai de João Batista também recebeu a revelação do nascimento do filho, antes de sua esposa vir a conceber.

Narra o Novo Testamento que ele estava no Santuário, exercendo as suas funções de sacerdote, quando lhe apareceu o mensageiro do Senhor, ao lado direito do altar, dando-lhe detalhes do que sucederia, igualmente lhe dizendo do sexo da criança, o nome e sua missão.

O fato de estar o sacerdote Zacarias a orar nos dá a tônica de que para adentrarmos à Espiritualidade Superior, o caminho é sempre a prece, que nos eleva e credencia a tal.

Redação do Momento Espírita

segunda-feira, 28 de março de 2011

INFORMAÇÕES

1. O que é o Templo Espírita Tupyara?

É uma casa (centro) de caridade espírita cristã, voltada para o auxílio ao próximo, especialmente quanto a saúde, que atende a milhares de pessoas por semana em suas Sessões. Estas possuem três linhas de trabalho: as de passes e irradiações; as de antimagia (anti-goécia) e cura; e as cirurgias fluídicas (a distância ou no próprio Templo).


2. Quais são as formas de atendimento e tratamento disponíveis?

Os atendimentos da Casa são basicamente os seguintes:

3- Operações fluídicas: à distância ou no Templo, são indicados para tratamento de saúde. Estas devem ser agendadas previamente, pois existe um preparo que deve ser rigorosamente seguido;
- Antimagia (anti-goécia) e cura: são indicadas para pessoas em desequilíbrio pessoal ou familiar, passando por sérias dificuldades. São realizadas, coletivamente, nas Sessões de Pai Manoel, com todas as pessoas presentes, sendo o atendimento organizado por ordem de chegada;
- Passes e Irradiações: realizados nas Sessões de Frei Rogério, indicados nos casos mais leves de tratamento de saúde, além de auxiliar no equilíbrio e bem estar do paciente;
- Atendimento social: neste há atendimento regular a famílias cadastradas com doações de alimentos, remédios, roupas e brinquedos.

Qual o procedimento para se realizar uma operação fluídica à distância?

Basta enviar uma carta ao Templo Espírita Tupyara com as seguintes informações:
- Nome Completo
- Idade
- Endereço com CEP, de onde reside ou freqüente (que não precisa ser necessariamente o endereço que o irmão fará os procedimentos)
- Descrição resumida do problema, sem necessidade de juntar laudos ou termos médicos, podendo o paciente explicar com suas próprias palavras o que está acontecendo.

Se possível enviar, junto com a carta, um envelope selado (com selo de pessoa jurídica) e preenchido com o endereço para resposta. Seguir essa orientação facilita e agiliza o recebimento da resposta.

O Templo recebe indistintamente cartas simples, com aviso de recebimento (AR), Sedex, telegramas ou outros meios impressos. Porém só envia cartas simples, tendo em vista o volume de correspondências respondidas todas as semanas.

O Templo, por determinação espiritual, não fornece diagnósticos ou realiza consultas. Também não é necessário enviar laudos médicos ou exames.

4Conheço uma pessoa que está com problemas de saúde e precisa de ajuda, o que devo fazer?

A melhor forma é que a pessoa se conscientize do problema e queira receber auxílio, que geralmente é o tratamento através da cirurgia fluídica à distância ou no Templo. Neste caso, peça para ela entrar em contato com o Templo (veja no site: “Como contactar”). Isto pode ser feito por um conhecido (inclusive você), caso ela esteja impossibilitada ou tenha dificuldades para fazê-lo.
Há casos em que o paciente, por algum motivo pessoal, recusa-se a receber ajuda ou a submeter-se a tratamento. Nestes casos, pode-se colocar o nome do paciente para Irradiação.
No caso do paciente estar impossibilitado de fazer os procedimentos para a cirurgia fluídica, outra pessoa, em seu nome, pode submeter-se ao tratamento. Neste caso, o paciente é quem deve tomar as 4 doses diárias de água fluidificada. Estando o paciente impossibilitado até de ingerir água*, as doses não devem ser ingeridas por outra pessoa.


5-Conheço grupo ou família que passa por momentos de discórdia ou conflitos e desunião, o que posso fazer para ajudá-la?

Enviar periodicamente carta para Irradiação com o nome completo e endereço onde essas pessoas vivam ou freqüentem até que o grupo fique em maior harmonia.


Qualquer dúvida, escreva para o Templo Espírita Tupyara:
Rua Luiz Bezerra, 116, Lins de Vasconcelos, Rio de Janeiro - RJ. CEP 20.710-900
Telefones: (21) 2581-3399 / (21) 2581-3499

Deus e as provas

Photobucket

Muita gente se pergunta:

Que mal fiz a Deus para merecer tanto castigo?

Será que terei vindo ao mundo só para sofrer?

Perguntas feitas com a voz do desespero, da depressão, da revolta, deixando clara a ausência da indispensável compreensão do funcionamento das Leis Divinas sobre a Terra.

Criamos um Deus à nossa imagem e semelhança, fazendo-O vingativo, cruel, tirano.

Esquecemos do Deus Pai, carinhoso, atencioso, apresentado por Jesus.

Não nos recordamos do Deus Inteligência Suprema, do Deus soberanamente justo e bom, desvelado pela Doutrina dos Espíritos.

Ninguém sofre na Terra em função de castigo divino.

O que se convencionou chamar de castigo divino é, de fato, a manifestação do amor de Deus para com Seus filhos.

É este amor que lhes concede oportunidades novas para reaprender, para refletir e trabalhar por redimir-se.

Por outro lado, nenhuma alma se acha no planeta à revelia das celestes deliberações.

Então, todos os que na Terra se encontram hoje, estão por motivos ponderáveis, e ainda quando não consigam enxergar tais razões, estas não deixam de existir.

Importante, então, será desenvolver a consciência de que tudo o que sofremos durante a vida corporal tem um grave motivo perante as Leis de nosso Pai.

Cumpre-nos o esforço para o amadurecimento do intelecto e do senso moral, de maneira que passemos a refletir melhor sobre a ação de Deus em nosso campo de provações.

Provações não são manifestações de um Deus cruel, provocativo, conforme o pensamento imaturo pode ainda crer.

Provas são experiências requeridas ou aceitas por nós, que têm por objetivo proporcionar o crescimento espiritual.

E as expiações, nada mais são do que acertos que fazemos com as Leis que infringimos.

Se retiro algo do lugar - gero a consequência de recolocar na sua localidade original.

Se estrago, firo, rompo alguma coisa, gero consequentemente a obrigação, que é apenas minha, de consertar, curar e restaurar.

São mecanismos das Leis Divinas que buscam nos impedir de recair no equívoco, de trilhar caminhos que nos afastam de nossos maiores objetivos.

Nas Leis de Deus vamos encontrar sempre mecanismos de educação, e nunca de ódio, vingança e punição por si só.

Com certeza nos espantaremos, ao descobrir que as alfinetadas da vida, as dores, tragédias e incômodos, em sua grande maioria, são causadas por nós mesmos, aqui nesta encarnação.

Sim, de regra, as aflições com causa atual são em maior vulto.

Isto nos mostra que podemos reduzir grande parte de nosso sofrimento, se tomarmos atitudes enérgicas em relação à nossa postura perante o Mundo.

Deus nos dá os meios de conseguirmos pois, além de não desejar nosso mal, quer nossa felicidade, nossa maturidade espiritual.

* * *

Em O livro dos Espíritos, Allan Kardec classifica as causas de nossas aflições em duas categorias.

Explicam, ele e os Espíritos, que temos vicissitudes com causas atuais, isto é, consequências naturais do caráter e do proceder dos que as suportam.

E também as de causas anteriores, que são as dores que não encontram causa nesta existência.

Elucidam eles que, se as causas não estão na atual encarnação, estão no passado da alma, em outras vidas.

Redação do Momento Espírita, com base no cap.
Deus e as provas, do livro Em nome de Deus, pelo
Espírito José Lopes Neto, psicografado por
Raul Teixeira

Com Deus me deito, com Deus me levanto

Photobucket

Numa antiga oração popular, ensinada às crianças para que seja orada antes de dormir, encontramos uma expressão muito interessante:

Com Deus me deito, com Deus me levanto...

Eis então algumas considerações importantes inspiradas neste costume:

Com Deus me deito...

Que importante anelo para alguém que se prepara para o sono!

Tendo em vista que ao dormir, ao se penetrar o universo do sono e dos sonhos, ninguém pode garantir a qualidade deste transe, a harmonização com Deus faz-se fundamental.

Cada pessoa que se desprende do corpo físico, passa a travar contato com os variados tipos espirituais.

Amigos uns, inimigos outros, comparsas do pretérito reencarnatório, incontáveis.

Por causa disso, torna-se primordial criar-se o hábito benfazejo de orar, antes de dormir, entregando a mente, os raciocínios e os sentimentos às mãos do Criador.

Quando alguém mergulha nesse rio do sono, não tem idéia de com quem deparará.

É o que nos ajuda a entender os sonhos suaves, cheios de estesias, repletos de alegrias, que levam muita gente a dizer que chega a ter vontade de não despertar.

Há, por outro lado, os conhecidos pesadelos, que não são, senão, o resultado do contato angustiante e perturbador com adversários ou inimigos, cobradores, em vários níveis, das condutas daquele que dorme.

Deitar-se com Deus, então, transforma-se em providência muito feliz, com o fito de libertar-se de qualquer perseguição sombria.

Com Deus me levanto...

Em realidade, a referência é ao ato de despertar do sono.

É fundamental alguém aprender a levantar-se com Deus, num mundo em que, de costume, muitos indivíduos anseiam por levantar-se admitindo a não necessidade de cogitar Deus.

Quantos indivíduos, caídos na rua da amargura, rogam a ajuda divina para erguer-se da dificuldade em que se acham?

Mãos anônimas, mãos amigas, benfeitores humanos, socorristas encarnados, atendentes sociais, todo este plantel de almas do bem representa a presença de Deus junto aos irmãos que sofrem.

Tanto caminho, tanta ajuda, tanto apoio impulsionarão o sofredor para que ele se levante, e se levante com Deus.

Quantos experimentam dramas econômico-financeiros, fazendo-se endividados, inadimplentes, desgastados sociais, desacreditados, muito embora a sua honestidade, a sua consciência dos próprios deveres?

Esses companheiros anseiam pelo socorro de amigos e de instituições bancárias que lhes retirem do pescoço o nó, que lhes ofertem algum oxigênio.

Assim livrando-os da sufocação em que se acham, para que se levantem, e se levantem com Deus.

Qualquer que seja a queda humana, material ou moral, a possibilidade de levantar-se com Deus, com o apoio do Mundo Superior, será sempre a melhor maneira de se levantar no Planeta.

* * *

A oração é uma das melhores maneiras de nos colocarmos em sintonia com os amigos espirituais.

Eis um hábito muito salutar: travar conversas constantes, onde quer que estejamos, com nosso Espírito Protetor, e com os Espíritos afins que nos acompanham diariamente.

Mantendo-nos em sintonia com os bons Espíritos, através de pensamentos elevados, de alegria, gratidão e amor, conseguiremos ouvir suas inspirações, e delas nos utilizarmos para nosso bem.

Contemos mais com este recurso fabuloso que temos: a prece, e nos surpreendamos com os bons resultados obtidos.

Redação do Momento Espírita com base no cap. Levanta-te com Deus, do livro
Em nome de Deus, do Espírito José Lopes Neto, psicografado por Raul Teixeira

domingo, 27 de março de 2011

ALTAR VIRTUAL DE SANTA SARA

Photobucket

Por favor, respire fundo e aquiete seus pensamentos. "Que Santa Sara ilumine seus caminhos" REPITA A ORAÇÃO QUE ALGUÉM ESTARÁ ORANDO POR VOCÊ. Sara, Sara, Sara foste escrava de José de Arimatéia, no mar foste abandonada, te peço "paz e amor ao meu coração" (fazer o pedido). Teus milagres no mar sucederam e como santa te tornastes, a beira do mar chegastes e os ciganos te acolheram. Sara, Rainha, Mãe dos Ciganos que te consagram como tua protetora e mãe vinda das águas. Sara, mãe dos aflitos, a ti imploro proteção para meu corpo, luz para que meus olhos enxerguem no escuro, luz para meu espírito e amor para todos meus irmãos. Aos pés da Mãe Santíssima, tu, Sara, me colocarás e a todos que me cercam para que possamos vencer as provações terrenas. Sara, Sara, Sara não sentireis dores nem tremores. Espíritos perdidos não me encontrarão e assim como conseguistes o milagre do mar, a todos que me desejarem mal, tu, com as águas me fará vencer (beber três goles d´água). Amai-nos Sara, para que eu possa ajudar a todos que me procurem. Ajudados pelos teus poderes serei alegre e compreensiva(o) com todos que me cercam. Corre no céu, corre na terra, corre no mundo e Sara, Sara, Sara estará sempre a minha frente, sempre atrás, do lado esquerdo, do lado direito. E assim, dizemos que somos protegidos por Sara que nos ensinará a caminhar e perdoar. (Reze três ave-marias, sendo a primeira para Santa Sara, a segunda para os ciganos e a terceira para você).

Família espiritual

Photobucket
É comum se escutar, em especial por parte dos adolescentes e jovens, queixas a respeito de sua família.

Afinal, a família do amigo, do vizinho é sempre melhor. A mãe do amigo é compreensiva, o pai ouve o filho.

Alguns chegam a dizer que se sentem estranhos no seu lar, que prezariam imensamente serem filhos desta ou daquela família.

E levam tão a sério suas afirmativas, que não é raro se encontrar meninos e meninas a passar dias e dias em casa de amigos. Porque é lá, naquele ambiente, que se sentem muito bem.

Por que isso acontece? Primeiro, temos que considerar que os pais, como responsáveis pela educação dos seus rebentos, de contínuo estão a chamar a sua atenção para os seus deveres, suas obrigações.

É a escola, o dever de casa, as pequenas tarefas do lar, a limpeza do quarto.

Tais questões habitualmente fazem que o jovem se sinta pressionado em seu lar, enquanto no do amigo, nada lhe é exigido, desde que ele é visita.

E visita merece tratamento especial, mesmo porque a sua educação não é dever dos seus anfitriões.

Outro detalhe a se considerar é que alguns de nós, verdadeiramente nascemos em famílias não muito simpáticas a nós.

Tal ocorre como parte do nosso aprendizado, dentro da lei de causa e efeito, pois que, provavelmente em anteriores experiências na carne, descuramos dos afetos familiares, menosprezamos o seu convívio.

Retornamos assim, para viver entre seres indiferentes ou até antipáticos.

Mas, se imaginam que, em tais circunstâncias, deve-se desconsiderar a família atual, enganam-se.

Para nossa própria edificação, é importante que essa família, hoje somente unida pelos laços corporais, se transforme em uma família verdadeira, unida pelos laços do afeto.

Cabe-nos, portanto, trabalhar para isto. Quando a situação parecer meio difícil, dentro do lar, recorrer à oração.

Se a conversa se encaminha para uma discussão, sair um pouco, esfriar a cabeça e retornar depois para um diálogo ameno.

Se um ou outro membro da família nos é antipático, meditemos que não é o acaso que nos reúne, que motivos muito graves nos levaram a estar juntos no hoje e comecemos a olhá-lo, buscando descobrir suas virtudes.

Se, ao sairmos desta vida, pudermos levar como trunfo em nossa bagagem espiritual, o termos conquistado um ou mais membros da nossa família, com certeza teremos realizado algo muito proveitoso para nossa vida, como Espíritos eternos.

Porque conquistar um Espírito indiferente ou antipático, transformando-o em amigo é algo que jamais se perderá.

* * *

A fraternidade é sol para as almas e um roteiro para a vida.

Ela começa sempre no lugar onde estamos, para que possamos alcançar a região que desejamos.

Exercitar a fraternidade é deixar-se envolver pela lição de amor de Jesus Cristo, libertando o Espírito e enriquecendo os sentimentos.

Redação do Momento Espírita, utilizando, ao final, pensamento extraído do livro Repositório de sabedoria, verbete Fraternidade, do Espírito Joanna de Ângelis, psicografia de Divaldo Pereira Franco,

QUE BOM QUE VOCÊ VEIO! EU ESTAVA TE ESPERANDO!

Photobucket

AÇÃO DE PAZ

A paz é um dos tesouros mais desejados nos dias atuais. Muito se tem investido para se conseguir um pouco desse bem tão precioso.

Mas será que nós, individualmente, temos feito investimentos efetivos visando tal conquista?

O que geralmente ocorre é que temos investido nossos esforços na direção contrária, e de maneira imprópria.

É muito comum desejar a paz e buscá-la por caminhos tortos, que acabam nos distanciando dela ainda mais.

O Espírito Emmanuel, através da mediunidade de Chico Xavier, escreveu, certa feita, uma mensagem que intitulou ação de paz.

Eis o seu conteúdo:

“Aflição condensada é semelhante à bomba de estopim curto, pronta a explodir a qualquer contato esfogueante.

Indispensável saber preservar a tranqüilidade própria, de modo a sermos úteis na extinção dessa ou daquela dificuldade.

Decerto que para cooperar no estabelecimento da paz, não nos seria lícito interpretar a calma por inércia.

Paciência é a compreensão que age sem barulho, em apoio da segurança geral.

Refletindo com acerto, recebe a hora de crise sem qualquer idéia de violência, porque a violência sempre induz ao estrangulamento da oportunidade de auxiliar.

Diante de qualquer informação desastrosa, busca revestir-te com a serenidade possível para que não te transformes num problema, pesando no problema que a vida te pede resolver.

Não afogues o pensamento nas nuvens do pessimismo, mentalizando ocorrências infelizes que provavelmente jamais aparecerão.

Evita julgar pessoas e situações em sentido negativo para que o arrependimento não te corroa as forças do espírito.

Se te encontras diante de um caso de agressão, não respondas com outra agressão, a fim de que a intemperança mental não te precipite na vala da delinqüência.

Pacifica a própria sensibilidade, para que a razão te oriente os impulsos.

Se conservas o hábito de orar, recorre à prece nos instantes difíceis, mas se não possuis essa bênção, medita suficientemente antes de falar ou de agir.

Os impactos emocionais, em qualquer parte, surgem na estrada de todos; guarda, por isso, a fé em Deus e em ti mesmo, de maneira a que não te afastes da paz interior, a fim de que nas horas sombrias da existência possa a tua paz converter-se em abençoada luz.”


As palavras lúcidas de Emmanuel nos sugerem profundas reflexões em torno da nossa ação diária.

Importante que, na busca pela paz não venhamos a ser causadores de desordem e violência.

Criando um ambiente de paz na própria intimidade, poderemos colaborar numa ação efetiva para que a paz reine em nosso lar, primeiramente, e, depois possa se estender mundo afora.

Se uma pessoa estiver permanentemente em ação de paz, o mundo à sua volta se beneficiará com essa atitude.

E se a paz mundial ainda não é realidade em nosso planeta, façamos paz em nosso mundo íntimo. Essa atitude só depende de uma única decisão: a sua.

***


A sua paz interior é capaz de neutralizar o ódio de muitas criaturas.

Se você mantiver acesa a chama da paz em sua intimidade, então podemos acreditar que a paz mundial está bem próxima.

Porque, na verdade, a paz do mundo começa no íntimo de cada um de nós.


Equipe de Redação do Momento Espírita, com base em mensagem do Espírito Emmanuel, do livro Urgência, psicografia de Francisco C. Xavier.

sábado, 26 de março de 2011

A bênção da vida

Photobucket

O hábito de reclamar da própria vida é bastante difundido.

Parece sempre haver algo desagradável e injusto na existência que se leva.

Às vezes é o dinheiro que falta. Em outras a profissão que não agrada.

Há quem reclame de sua aparência, da família que tem, dos problemas que vivencia.

Em casos mais graves, pode passar pela mente a ideia de tudo abandonar.

Ocorre que a vida é uma bênção maravilhosa.

A Divindade investe suas graças mais pujantes em cada renascimento que se opera na face do planeta.

Constitui uma profunda ingratidão rejeitar a oportunidade recebida do Criador.

Toda reencarnação é precedida de cuidadosos preparos.

Traça-se um mapa do contexto em que cada homem e cada mulher se verão envolvidos.

Tudo com o propósito de que cresçam, aprendam e libertem-se do que os prende à ilusão e ao sofrimento.

Amigos dedicados auxiliam na programação, com infinito carinho.

A Providência Divina se desdobra em cuidados.

Finalmente, após muita preparação e cercado de expectativas, eis que o ser ressurge no mundo material.

Como ele veio a trabalho, será chamado ao esforço próprio.

Deverá mostrar seu valor, superar dificuldades e vencer velhos vícios.

Mas sempre cercado de amor e cuidados.

Seus mentores espirituais o observam, inspiram-no, orientam-no, torcem por ele.

Ninguém jamais está abandonado ou sozinho.

A Misericórdia Divina sempre está atenta e operosa.

Ela trata de fazer chegar a cada um os recursos de que necessita.

Pode ser a inspiração em um momento no qual se hesita entre o vício e a virtude.

Ou a figura de um amigo, cuja presença calorosa torna a vida mais fácil.

Ou então um grande afeto que surge de repente.

Absolutamente todos seguem bafejados pelo amor de Deus.

Precisam se esforçar, claro.

Mas oportunidades e bênçãos jamais escasseiam.

Mesmo quando tudo parece perdido, é preciso encontrar forças e seguir adiante.

A Providência Divina possui recursos infinitos e jamais é avarenta de bênçãos.

No momento certo, ela se manifesta das mais diferentes formas.

Assim, evite reclamar da vida que você leva.

Em especial, nem pense em fugir dos seus compromissos, em desertar do palco do mundo.

Você foi posto nele com muito carinho e mãos extremamente amorosas o sustentam e embalam de forma incansável.

Quando defrontado por dores e desilusões, entre em contato com a Divindade.

Adote o hábito da oração, relate seus problemas ao Criador e se abra para a orientação que certamente virá.

Como filho imensamente amado, você segue rumo a um destino angelical.

Apenas precisa ter a coragem de seguir adiante.

Pense nisso.

Redação do Momento Espírita.

Restauração Familiar

Photobucket

Senhor, concedei a mim e a minha família, a graça de Vos buscar antes de todas as coisas, pois somente assim poderemos viver na unidade. Vinde com Vosso Espírito sobre meu lar e removei os problemas que em nós existam: males do corpo, da alma, do espírito, do coração. Que ajamos como se tudo dependesse de nós, mas certos de que somente por Vossa graça poderemos, mesmo em meio a sofrimentos, permanecer na Vossa paz. Que sejamos profundamente amigos, ajudemo-nos mutuamente a crescer na prática da fé e reavivemos sempre mais o amor que selamos diante de Vós, num compromisso sagrado e para sempre. Dai-nos saber amar profundamente, como Cristo amou e ama Sua Igreja. Que nos lembremos que o maior presente que nossos filhos podem receber, é o amor que exista entre seus pais. Vinde, Senhor Jesus, restaurai minha família e as famílias do mundo inteiro. Amém.

sexta-feira, 25 de março de 2011

ORAÇÃO DA FELICIDADE....PRECE ESPÍRITA

Photobucket

Senhor, com muita fé e esperança, venho à sua presença rogar por (mencionar o nome da pessoa) pois sei da necessidade de sua alma, e dos momentos nem sempre felizes pelos quais ele (ela) tem passado...


Peço amado Pai, afasta desse coração todos os sentimentos negativos que possam induzí-los ao equívoco e à perturbação, e leva para longe pessoas ou situações que tão somente povoariam suas horas de sofrimento e sombras...

Aqueles amigos que não lhe correspondem à sinceridade - afasta, meu Deus!


Os companheiros doentios que no trabalho lhes espreitam a competência - afasta, meu Deus!

Aquela relação que pode resvalar para o desengano e a dor - afasta, meu Deus!

Os desvios de consciência, que podem causar prejuízos sem conta - afasta, meu Deus!

O hábito da acomodação - afasta, meu Deus!

As iniciativas frustradas - afasta, meu Deus!

Todo o mal da estrada - afasta, meu Deus!

Sei que não posso alterar-lhes o destino, porém sei que posso pedir que os protejas, com Teu Amor e Tua Misericórdia, para que lhes sejam atenuadas provas e expiações... Sei que posso, com todas as forças do coração, interceder por aqueles que colocaste em minha vida, rogando para eles paz, alegria, harmonia e refazimento, não importa quem sejam e nem qual o sentimento possam nutrir a meu respeito...


Que a tua bênção e a tua luz possam refazer sentimentos e oportunidades, coroando todos os seus anseios de sucesso e felicidade. Mesmo que o sorriso que ostentem seja tristeza em meus olhos, mesmo que a alegria que conquistem me signifiquem dias menos doces e serenos; mesmo que o progresso financeiro os faça grandes e belos e os coloque muito acima de mim; mesmo que o poder os bafeje e eles não me reconheçam na multidão; mesmo que deixem de notar minha presença, mesmo que ignorem; mesmo que desprezem, mesmo que me esqueçam, ainda assim, Senhor, abençoa-os plenamente e nada do que puderes lhes conceder lhes seja retirado por minha causa, pelo motivo que seja!...


Que todo bem esteja em suas vidas, trazendo saúde e paz para si e aos seus familiares e amigos. Afasta a doença e a intranqüilidade, e proporcione euforia, confiança, crescimento e realização. Que não falte dinheiro, que não lhes seja de menos o alimento... Que as noites sejam suaves e os sonhos revigorantes. Que sejam amados, respeitados e, se por ventura caírem em erro, que a misericórdia lhes seja abundante o bastante para que se refaçam do equívoco sem dores maiores que aquela que a consciência com certeza lhes indicará...


Que os bons espíritos possam ajudá-los constantemente com seu conselhos e bons eflúvios, para que os dias transcorram harmoniosamente, afastando toda a desordem e perturbação.


Mas, acima de tudo, Pai, acima do que posso julgar bom para eles, concede-lhes o que realmente necessitam, na medida de seu merecimento! De mim sei que criaste a alegria para os teus filhos e sei que dela eles podem e devem participar! Não criaste a lágrima como regra para a existência e por isso, confiante em Tua proteção, peço: permitas que eles se alegrem indistintamente com tudo o que lhes enviares, e que aceitem as lições e as provas com a confiança do aprendiz que busca, em qualquer clima e lugar, a sabedoria e a elevação para atingir, adiante, jubiloso e pacificado, a felicidade plena e imorredoura!

Assim seja!

(Ditado pelo espírito ANDRÉ LUIZ em reunião do Instituto André Luiz em 20.02.2004.)

Oração á São Bento

Photobucket
Glorioso São Bento, sublime modelo de virtude e pureza e cheio das graças de Deus Abrace-me este seu fiel servo que a seus pés humildemente se ajoelha

Eu imploro a vós e a vossa bondade, que erga suas preces por mim ao trono do Senhor.

A vós eu recorro, proteja-me dos perigos que me rodeiam no cotidiano

Que seu escudo me proteja contra meu egoísmo e minha indiferença a Deus e ao próximo. Me inspire em imita-lo em todas as coisas meu querido São Bento

Possa a sua benção estar comigo para sempre, de modo que eu possa sempre ver Cristo no próximo e trabalhar para o Seu Reino.

Espero que com sua graça, obtenha para mim junto a Deus, aqueles favores e graças que eu preciso para conseguir vencer as tentações, misérias e aflições do dia a dia .

Que seu coração sempre repleto de amor, compaixão e misericórdia para aqueles que estão aflitos e necessitados , nunca deixe de consolar e assistir aqueles que invoquem a sua poderosa intercessão.

Confiante e com a esperança que ouvirá as minhas preces e obterá para mim junto ao Senhor Deus a graça especial e o favor que reclamo do seu poder e bondade, muito lhe imploro a graça de...................(mencionar aqui a graça desejada)

E ainda São Bento, a graça para Gloria de Deus e para a salvação da minha alma.

quinta-feira, 24 de março de 2011

CALMA

Photobucket

Se você está no ponto de estourar mentalmente, silencie alguns instantes para pensar.
Se o motivo é moléstia no próprio corpo, a intranqüilidade traz o pior.
Se a razão é enfermidade em pessoa querida, o seu desajuste é fator agravante.
Se você sofreu prejuízos materiais, a reclamação é bomba atrasada, lançando caso novo.
Se perdeu alguma afeição, a queixa tornará você uma pessoa menos simpática, junto de outros amigos.
Se deixou alguma oportunidade valiosa para trás, a inquietação é desperdício de tempo.
Se contrariedades aparecem, o ato de esbravejar afastará de você o concurso espontâneo.
Se você praticou um erro, o desespero é porta aberta a faltas maiores.
Se você não atingiu o que desejava, a impaciência fará mais larga a distância entre você e o objetivo a alcançar.
Seja qual for a dificuldade, conserve a calma trabalhando, porque, em todo problema a serenidade é o teto da alma, pedindo o serviço por solução.

André Luiz


(Do livro "Ideal Espírita", FCXavier, FEB)

VAMOS ORAR PELO JAPÃO.

SEJA BEM-VINDO! QUE BOM QUE VOCÊ VEIO! EU ESTAVA TE ESPERANDO...

Photobucket

Pai, eu te imploro vai lá onde eu não posso ir, e tome conta de cada uma dessas pessoas.
Eu sei que são muitas, mas acredito em ti! Acalme cada alma e coração
desesperado, por favor! Minhas mãos estão atadas e o que eu posso fazer
agora é orar pedindo por tua ajuda e enviando pensamentos bons aos que
precisam! Amém.

Oração Nossa (Emmanuel/ChicoXavier)

Senhor,

ensina-nos a orar sem esquecer o trabalho,

a dar sem olhar a quem,

a servir sem perguntar até quando,

a sofrer sem magoar seja a quem for,

a progredir sem perder a simplicidade,

a semear o bem sem pensar nos resultados,

a desculpar sem condições ,

a marchar para a frente sem contar os obstáculos,

a ver sem malícia,

a escutar sem corromper os assuntos,

a falar sem ferir,

a compreender o próximo sem exigir entendimento,

a respeitar os semelhantes sem reclamar consideração,

a dar o melhor de nós, além da execução do próprio dever

sem cobrar taxas de reconhecimento.

Senhor,

fortalece em nós a paciência para com as dificuldades

dos outros, assim como precisamos da paciência dos outros

para com as nossas próprias dificuldades.

Ajuda-nos para que a ninguém façamos aquilo

que não desejamos para nós.

Auxilia-nos sobretudo a reconhecer que a nossa

felicidade mais alta será invariavelmente

aquela de cumprir os desígnios, onde e

como queiras, hoje, agora e sempre.

Emmanuel

Mensagem psicografada por Chico Xavier

***

Prece contida na obra “O Evangelho Segundo o Espiritismo

quarta-feira, 23 de março de 2011

PAZ E LUZ!

Photobucket

Faça sua prece, sua oração ou sua meditação.
Seja qual for sua fé. Seja qual for sua crença. Seja qual for seu pedido, sua necessidade, ou seu agradecimento. Tenha certeza que neste momento tem alguém aqui intercedendo junto a Jesus por você.
A vela que está acesa arde por sua intenção.
Paz e Luz!

terça-feira, 22 de março de 2011

PARA LIMPEZA DE AMBIENTE COM INCENSOS

Ao acender o incenso, mentalize uma oração (a que mais lhe agradar).

Encha um copo virgem (de vidro) de arroz cru, coloque 8 varetas de incenso, podendo ser de Arruda, Alecrim, Cânfora, Eucalipto, Madressilva ou Pimenta, passe este copo na casa inteira (começando de dentro para fora da porta de entrada) e quando chegar na porta de entrada, deixe-os queimando, no término, jogue todos os resíduos (arroz e o pó do incenso) na água corrente, e o copo guarde para a próxima defumação.

Tabela de incensos:

Limpeza: Olibano, elemi,copal,cravo da índia, junipero, louro cedro, lavanda alecrim, salvia branca, sangue de dragão, sweetgrass.
Coragem: Elemi, sangue de dragão, balsamo do peru, olibano, palusanto, louro, lavanda, cedro, pinho, junipero, salvia branca, tomilho.
Criatividade: Anis estrelado, copal, cravo da índia, mastic, elemi, breuzinho, olibano, capim limão, junipero.
Relaxar: Lavanda, sândalo, vetiver, sandarac, nardo.
Meditação & oração: Sândalo, mirra, olibano, mastic, copal, nardo, Ladano, sangue de dragão, damar, aloes madeira.
Sono: Sândalo, nardo, galbano, mirra, salvia branca, lavanda.
Sonhos: Aloés madeira, mastic, louro, lavanda.
Amor: Sândalo, aloés copal, bejoin, mirra, vetiver, cássia, nardo, rosa patchuli.

PRECE POR CURA

Cura-nos, Senhor, as chagas crônicas do espírito enfermo...

Quantas feridas trazemos à mostra!

Cicatriza-as com o bálsamo do Teu amor.

Devolve-nos o ânimo e a alegria de viver.

Interfere, por misericórdia, em nosso processo cármico e não nos deixes perecer...

Que a doença, seja do corpo ou da alma, não nos reduza à inutilidade.

Quantos não são os que vivem em função de suas dores!

Outros, voluntariamente, mais doentes se tornam, por falta de aceitação de suas provas.

Mestre, impõe as Tuas abençoadas mãos sobre nós...

Transmite-nos os Teus eflúvios divinos.

Dispensa-nos, mesmo sem merecimento de nossa parte, as Tuas graças e as Tuas bênçãos!


Pelo Espírito: Irmão José
Do livro: Preces e Orações
Psicografia: Carlos A. Baccelli

domingo, 20 de março de 2011

Photobucket
"Coloca o teu recipiente de água cristalina à frente de tuas orações e espera e confia." Emmanuel / Chico Xavier

“Pai-Nosso que estais no céu, santificado seja o vosso nome!
Venha a nós o vosso reino, e seja feita a Vossa vontade,
assim na Terra como no céu!
Obrigado pelo pão nosso de cada dia nos dai hoje, e perdoai as nossas dívidas
assim como perdoamos os nossos devedores,
e não nos deixeis cair em tentação mas livrai-nos do mal,
porque Teus são o Reino, o Poder e a Glória, para sempre!”
Assim seja! Amém.

Sirva, após a água fluidificada!

Enquanto você bebe, imagine-se tão plenamente atendidos os seus desejos, e curados pela graça de JESUS! Imagine isto feito, e dê graças! Sintam esta gratidão subir no seu coração, sintam esta emoção a preenchê-los; tornem-se nesta visão que, você mantêm de si mesmo, do seu novo eu, do seu ser eterno!

___ * * * ___

Que estes breves momentos, possam contribuir para o seu progresso pessoal, e o restabelecimento da sua paz, e harmonia interior!
Que, JESUS esteja contigo sempre, com a sua doce protecção, para que possas solucionar todas as dificuldades que te afligem, ou afligem aqueles que amas...
Que esta paz te acompanhe em todos os momentos da tua vida, realizando todos os teus desejos!...

Um fraterno, e carinhoso abraço

CADA ESPÍRITO É FILHO DE SUAS PRÓPRIAS OBRAS

Photobucket

A alma sendo um princípio inteligente e dotado de poderes criadores no mundo terreno, é, por conseguinte, a confirmação da existência de Deus, do Seu grande poder realizador e da Sua incomensurável sabedoria no mundo divino, conforme se deduz das palavras do sublime Jesus.

A alma é luz imortal que alimenta o espírito encarnado, na sua existência pelo mundo material, onde aprende as primeiras letras da linguagem angélica e se torna responsável perante o próprio mecanismo da Evolução! É como a energia misteriosa que existe no seio da semente, capaz de produzir o gigantesco carvalho, assim que entre em contato com a terra! O espírito do homem é portanto a divina centelha ligada ao Espírito Cósmico de Deus, que através da natureza física, depois de inúmeras existências de trabalho, aprendizado e purificação, consegue realizar a sua própria grandeza e ser digno de existir!

Cumprindo os propósitos determinados pelo Criador, o homem deve aplicar toda a sua vontade, a fim de resolver em si mesmo os problemas que a vida humana lhe apresenta para a própria ventura terrena. Graças à inteligência que favorece os raciocínios que provêm do próprio Deus, o homem tem obrigação de conhecer quais são os recursos mais respeitáveis que sempre lhe oferecem a ciência da vida. Cumpre-lhe estudar sempre esses recursos que apuram a sua intimidade espiritual, aceitando, também, todas as dores e angústias, como valiosa contribuição para a mais breve libertação da matéria.

No aproveitável curso das contínuas reencarnações nos mundos físicos, o espírito também fica conhecendo quão importante é a contribuição da matéria para a sua desejada felicidade! Em vez de obstáculo ou apenas motivos de aflições injustas, o corpo carnal é divina oportunidade de aprendizado espiritual; é devido à sua completa submissão aos pensamentos e desejos do espírito que a própria figura do homem animalizado se transforma pouco a pouco, na configuração do anjo venturoso! O sentimento superior, a capacidade de renúncia, o exercício da caridade e o estado de ternura, que são as qualidades exigidas para o homem superior, só podem ser conseguidos através das vidas sucessivas, que são efetuadas mediante a contribuição da matéria.
É por isso que o espírito encarnado nunca deveria execrar o mundo material, porque este é que lhe concede os recursos educativos para se transformar em cidadão celestial e adquirir as qualidades angélicas e as virtudes que se derivam dos corações plenos de Amor? Por que, como disse o Sublime Jesus: "Só pelo amor será salvo o homem".
A matéria é ainda o servo ideal para que se desenvolva a inteligência e se apure a qualidade de sentimento; as forças adormecidas no seio da alma, despertam em seu potencial criador e terminam ensinando a distinção importante do bem e do mal, da luz e da sombra, e da angelitude e da animalidade! Assim, ficam esclarecidas as leis eternas de Causa e Efeito, e o espírito compreende qual é o caminho verdadeiro para mais breve ser feliz e consciente.
Sendo o corpo humano sede de todas as sensações da alma reencarnada, oferece a mais variada série de aspectos e configurações provisórias, sem que por isso desapareça a unidade espiritual interior. Há grupos de criaturas formosas, sadias e felizes; há homens deformados enfermos e tristes, que inspiram piedade ou repulsa; há seres provindos de todos os climas físicos, que são pretos, amarelos, brancos ou vermelhos! No entanto através da multiplicidade de aspectos físicos e condições dolorosas, a Justiça e a Bondade do Criador ensina o espírito a realizar o seu venturoso destino e a ser digno de mérito de sua própria edificação angelical.
Eis, porque, só servindo e amando, no reconhecimento da Justiça e Bondade do Criador e da Lei Superior da vida espiritual, é que se faz o despertamento do anjo, que mora no coração de todos os homens. Quanto mais extenso for o nosso amor para as demais criaturas, também será mais extensa a esfera do Amor de Deus para conosco!
Em virtude da terrível significação da hora atual, em que os tempos já chegaram para a grande seleção profética entre os “bons” e os “maus”, o “joio” e o “trigo”, os “lobos” e as “ovelhas”, só pelo amor incondicional a tudo e a todos, poderão ser superadas as trevas da maldade e vencidas as paixões perigosas do instinto inferior! O amor Sublime ensinado e vivido pelo amado Jesus, como a síntese eterna de todas as virtudes da alma, é que realmente significa a salvação das criaturas subjugadas pelo mundo da carne.
E com Jesus ainda devemos repetir, novamente: “Só pelo amor será salvo o homem!”
Paz e Amor


Rogério (Frei)

sexta-feira, 18 de março de 2011

ORE ANTES, ORE DEPOIS

Photobucket

Quando o medo bater em seu coração, ore.
Quando sentir-se perdido e desamparado, ore.
Quando a alma confranger-se de dor, ore.
Ao nosso lado sempre estará Aquele que nos protege e ampara, bem como muitos outros amigos, prontos a acalentar-nos, a ouvir-nos, a amparar-nos, e aos quais raramente prestamos atenção.
Se sentir-se triste, sozinho, ore.
Se sentir-se alegre e cheio de amigos, ore.
Se estiver doente, seja do corpo, seja da alma, ore.
Se estiver são de corpo, mente e espírito, ore.
Uma prece nos alivia as dores e os sofrimentos
Uma prece agradece por tudo que se recebe de bom.
Uma prece nos fortalece para suportar as agruras da vida.
Uma prece nos ilumina quando nosso coração bate mais forte no peito, com alegria do dever cumprido.
Não se deixe subjugar pela dor.
Não se deixe enlevar pela alegria.
Os sentimentos fazem parte de nosso dia-a-dia, não importa quais forem eles. Se dor, angústia, sofrimento ou depressão; se alegria, serenidade, paz, calor humano.
Seja qual for a situação que estiver sofrendo no momento, ore e agradeça a lição recebida.
(Irmão Jean Paul)

Prece de Ismael

Glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens de boa vontade.
Jesus, bom e amado Mestre, sustenta os teus humildes irmãos pecadores nas lutas deste mundo. Anjo bendito do Senhor, abre sobre nós as tuas asas brancas; abriga-nos do mal, levanta os nossos espíritos à majestade de teu reino e infunde em todos os nossos sentidos a luz do teu imenso amor.
Jesus, pela tua sagrada paixão, pelos teus martírios na cruz, dá a nós que nos achamos ligados ao pesado fardo da matéria, a orientação do caminho da virtude, o único pelo qual podemos te encontrar.
Bendita estrela, farol das imortais falanges, purifica-nos com teus raios divinos; lava-nos de todas as culpas e atrai-nos para junto de teu coração, santuário bendito de todas as virtudes.
Se o mundo com os seus erros, ódios e paixões, alastra espinhos no caminho, escurecendo o nosso horizonte com as trevas do pecado, rebrilha mais com a tua misericórdia, para que seguros e apoiados em teu Santo Evangelho, possamos trilhar e vencer as escabrosidades do carreiro e chegas às moradas de teu reino. Amiga estrela, farol dos pecadores e dos justos, abre o teu seio bendito e receba a nossa súplica em favor de toda a humanidade.
Assim seja.

MENSAGEM MEDIÚNICA DO ESPÍRITO DR. BEZERRA DE MENEZES

MENSAGEM MEDIÚNICA DO ESPÍRITO DR. BEZERRA DE MENEZES
(Psicografia de Divaldo Franco, em 13/11/2010, em Los Angeles – U.S.A.)

Meus filhos:
Que Jesus nos abençoe
A sociedade terrena vive, na atualidade, um grave momento mediúnico no qual, de forma inconsciente, dá-se o intercâmbio entre as duas esferas da vida. Entidades assinaladas pelo ódio, pelo ressentimento, e tomadas de amargura cobram daqueles algozes de ontem o pesado ônus da aflição que lhes tenham proporcionado. Espíritos nobres, voltados ao ideal de elevação humana sincronizam com as potências espirituais na edificação de um mundo melhor. As obsessões campeiam de forma pandêmica, confundindo-se com os transtornos psicopatológicos que trazem os processos afligentes e degenerativos.
Sucede que a Terra vivencia, neste período, a grande transição de mundo de provas e de expiações para mundo de regeneração.
Nunca houve tanta conquista da ciência e da tecnologia, e tanta hediondez do sentimento e das emoções. As glórias das conquistas do intelecto esmaecem diante do abismo da crueldade, da dissolução dos costumes, da perda da ética, e da decadência das conquistas da civilização e da cultura...
Não seja, pois, de estranhar que a dor, sob vários aspectos, espraia-se no planeta terrestre não apenas como látego, mas, sobretudo, como convite à reflexão, como análise à transitoriedade do corpo, com o propósito de convocar as mentes e os corações para o ser espiritual que todos somos.
Fala-se sobre a tragédia do cotidiano com razão.
As ameaças de natureza sísmica, a cada momento tornam-se realidade tanto de um lado como de outro do planeta. O crime campeia a solta e a floração da juventude entrega-se, com exceções compreensíveis, ao abastardamento do caráter, às licenças morais e à agressividade.
Sucede, meus filhos, que as regiões de sofrimento profundo estão liberando seus hóspedes que ali ficaram, em cárcere privado, por muitos séculos e agora, na grande transição, recebem a oportunidade de voltarem-se para o bem ou de optar pela loucura a que se têm entregado. E esses, que teimosamente permanecem no mal, a benefício próprio e do planeta, irão ao exílio em orbes inferiores onde lapidarão a alma auxiliando os seus irmãos de natureza primitiva, como nos aconteceu no passado.
Por outro lado, os nobres promotores do progresso de todos os tempos passados também se reencarnam nesta hora para acelerar as conquistas, não só da inteligência e da tecnologia de ponta, mas também dos valores morais e espirituais. Ao lado deles, benfeitores de outra dimensão emboscam-se na matéria para se tornarem os grandes líderes e sensibilizarem esses verdugos da sociedade.
Aos médiuns cabe a grande tarefa de ser ponte entre as dores e as consolações. Aos dialogadores cabe a honrosa tarefa de ser, cada um deles, psicoterapeutas de desencarnados, contribuindo para a saúde geral. Enquanto os médiuns se entregam ao benefício caridoso com os irmãos em agonia, também têm as suas dores diminuídas, o seu fardo de provas amenizados, as suas aflições contornadas, porque o amor é o grande mensageiro da misericórdia que dilui todos os impedimentos ao progresso – é o sol da vida, meus filhos, que dissolve a névoa da ignorância e que apaga a noite da impiedade.
Reencarnastes para contribuir em favor da Nova Era.
As vossas existências não aconteceram ao acaso, foram programadas.
Antes de mergulhardes na neblina carnal, lestes o programa que vos dizia respeito e o firmastes, dando o assentimento para as provas e as glórias estelares.
O Espiritismo é Jesus que volta de braços abertos, descrucificado, ressurreto e vivo, cantando a sinfonia gloriosa da solidariedade.
Dai-vos as mãos!
Que as diferenças opinativas sejam limadas e os ideais de concordância sejam praticados. Que, quaisquer pontos de objeção tornem se secundários diante das metas a alcançar.
Sabemos das vossas dores, porque também passamos pela Terra e compreendemos que a névoa da matéria empana o discernimento e, muitas vezes, dificulta a lógica necessária para a ação correta. Mas ficais atentos: tendes compromissos com Jesus...
Não é a primeira vez que vos comprometestes enganando, enganado-vos. Mas esta é a oportunidade final, optativa para a glória da imortalidade ou para a anestesia da ilusão.
Ser espírita é encontrar o tesouro da sabedoria.
Reconhecemos que na luta cotidiana, na disputa social e econômica, financeira e humana do ganha-pão, esvai-se o entusiasmo, diminui a alegria do serviço, mas se permanecerdes fiéis, orando com as antenas direcionadas ao Pai Todo-Amor, não vos faltarão a inspiração, o apoio, as forças morais para vos defenderdes das agressões do mal que muitas vezes vos alcança.
Tende coragem, meus filhos, unidos, porque somos os trabalhadores da última hora, e o nosso será o salário igual ao do jornaleiro do primeiro momento.
Cantemos a alegria de servir e, ao sairmos daqui, levemos impresso no relicário da alma tudo aquilo que ocorreu em nossa reunião de santas intenções: as dores mais variadas, os rebeldes, os ignorantes, os aflitos, os infelizes, e também a palavra gentil dos amigos que velam por todos nós.
Confiando em nosso Senhor Jesus Cristo, que nos delegou a honra de falar em Seu nome, e em Seu nome ensinar, curar, levantar o ânimo e construir um mundo novo, rogamos a Ele, nosso divino Benfeitor, que a todos nos abençoe e nos dê a Sua paz.
São os votos do servidor humílimo e paternal de sempre,
Bezerra.

quinta-feira, 17 de março de 2011

ORAÇÃO DE SÃO FRANCISCO DE ASSIS

Photobucket

Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz.
Onde houver ódio, que eu leve o amor;
Onde houver ofensa, que eu leve o perdão;
Onde houver discórdia, que eu leve a união;
Onde houver dúvida, que eu leve a fé;
Onde houver erro, que eu leve a verdade;
Onde houver desespero, que eu leve a esperança;
Onde houver tristeza, que eu leve a alegria;
Onde houver trevas, que eu leve a luz.
Ó Mestre, Fazei que eu procure mais
Consolar, que ser consolado;
compreender, que ser compreendido;
amar, que ser amado.
Pois, é dando que se recebe,
é perdoando que se é perdoado,
e é morrendo que se vive para a vida eterna.

MENSAGEM DO TUPYARA

AMAI, PORQUE SÓ O AMOR CONSTRÓI PARA A VIDA ETERNA
Paz, meus filhos ...
Chamastes-me e aqui estou!...
Eis me entre todos, para rogar, como rogastes, ao Grande Mestre!
Hoje sou Tupyara; antes fui Tomé, o negador!
Hoje venho confirmar, com toda convicção, a vida do Mestre Indestrutível, do Mestre Indivisível, pois que Ele está dentro de cada um.
Meus amados filhos, Deus vos abençoe! ... Sou o vosso amigo, sou o vosso pai Tupyara e aqui me encontro, enlevado pelas vibrações dos vossos corações. Traduzistes com muita bondade o que não merecia: o panegírico (discurso em louvor) em minha homenagem, como caboclo, sentindo-me agora melhor e mais feliz como silvícola. Homenageastes a minha memória ainda como Tomé – que precisou tocar o lado do Mestre.
Amado JESUS!... Querido Mestre!... Eis o escravo sempre à vossa disposição!...
Queridos filhos! Invocaste-me, chamaste-me e eu não poderia deixar de vir... Quero saudar-vos; quero afirmar-vos que não vos negarei a minha benção, agora e sempre. Prometi voltar e distribuir entre vós a minha palavra diretamente através deste instrumento, que uso para a consolidação da vossa fé, para a confirmação desta confiança que tributais ao meu espírito. Desejo abençoar a todos, do fundo do santuário do meu coração. Requeiro que venhais a mim, para que vos abrace por um... Quero tanto aos meus amados filhos, que não podeis avaliar o quanto vos quero... É impossível traduzir o meu amor por vós...
Antes, nas Índias, eu pregava, como arauto dos Ensinamentos do Divino Mestre. Fui flechado, porque não aceitaram as minhas palavras nem os meus argumentos. Tive que vir várias vezes, mas sou feliz; renasci naquelas longínquas paragens do Brasil, nas selvas do Amazonas, onde fui de novo flechado aos 37 anos...
Desejo a vossa felicidade; tão-somente a vossa felicidade e a vossa paz. Que Deus vos abençoe!...
Sinto as vossas lágrimas e vejo a sinceridade das vossas almas; sois sinceros e honestos, sois dignos e merecedores do meu amor.
Vinde a mim!... É o vosso igual, é o vosso pai, é o vosso irmão, é Tupyara quem vos chama; deseja impor-vos a minha benção e abraçar-vos jungidos ao meu coração!...
Que a felicidade que almejais possais encontrá-la na pátria espiritual; por isso, não estejais indiferente às lágrimas do vosso irmão; não deixeis de aconselhar aos desesperados, em nome de Deus... No passado, neguei o Mestre – não em corpo, mas sim em espírito... Hoje sou um espírito e uso das cordas vocais, as ondas somáticas deste instrumento, que a mim não nega, como eu antes o fizera por grande fraqueza, por inconsciência; mas agora, eis me aqui para confirmar a existência da vida eterna.
Amai, porque só o amor constrói para a vida eterna. Não vos atenhais às coisas da Terra, porque não as levareis. Usai os atributos que vos são outorgados, mas renunciai penitenciai-vos, pois a vossa renúncia e a vossa penitência trazem a luz que mais rapidamente vos conduzirá aos Pés do Divino Mestre!
Tupyara, que muito vos ama!... Vinde a mim, amados filhos!...


Tupyara

quarta-feira, 16 de março de 2011

PERGUNTAS FREQUENTES

1. O que é o Templo Espírita Tupyara?

É uma casa (centro) de caridade espírita cristã, voltada para o auxílio ao próximo, especialmente quanto a saúde, que atende a milhares de pessoas por semana em suas Sessões. Estas possuem três linhas de trabalho: as de passes e irradiações; as de antimagia (anti-goécia) e cura; e as cirurgias fluídicas (a distância ou no próprio Templo).


2. Quais são as formas de atendimento e tratamento disponíveis?

Os atendimentos da Casa são basicamente os seguintes:

3- Operações fluídicas: à distância ou no Templo, são indicados para tratamento de saúde. Estas devem ser agendadas previamente, pois existe um preparo que deve ser rigorosamente seguido;
- Antimagia (anti-goécia) e cura: são indicadas para pessoas em desequilíbrio pessoal ou familiar, passando por sérias dificuldades. São realizadas, coletivamente, nas Sessões de Pai Manoel, com todas as pessoas presentes, sendo o atendimento organizado por ordem de chegada;
- Passes e Irradiações: realizados nas Sessões de Frei Rogério, indicados nos casos mais leves de tratamento de saúde, além de auxiliar no equilíbrio e bem estar do paciente;
- Atendimento social: neste há atendimento regular a famílias cadastradas com doações de alimentos, remédios, roupas e brinquedos.

Qual o procedimento para se realizar uma operação fluídica à distância?

Basta enviar uma carta ao Templo Espírita Tupyara com as seguintes informações:
- Nome Completo
- Idade
- Endereço com CEP, de onde reside ou freqüente (que não precisa ser necessariamente o endereço que o irmão fará os procedimentos)
- Descrição resumida do problema, sem necessidade de juntar laudos ou termos médicos, podendo o paciente explicar com suas próprias palavras o que está acontecendo.

Se possível enviar, junto com a carta, um envelope selado (com selo de pessoa jurídica) e preenchido com o endereço para resposta. Seguir essa orientação facilita e agiliza o recebimento da resposta.

O Templo recebe indistintamente cartas simples, com aviso de recebimento (AR), Sedex, telegramas ou outros meios impressos. Porém só envia cartas simples, tendo em vista o volume de correspondências respondidas todas as semanas.

O Templo, por determinação espiritual, não fornece diagnósticos ou realiza consultas. Também não é necessário enviar laudos médicos ou exames.

4Conheço uma pessoa que está com problemas de saúde e precisa de ajuda, o que devo fazer?

A melhor forma é que a pessoa se conscientize do problema e queira receber auxílio, que geralmente é o tratamento através da cirurgia fluídica à distância ou no Templo. Neste caso, peça para ela entrar em contato com o Templo (veja no site: “Como contactar”). Isto pode ser feito por um conhecido (inclusive você), caso ela esteja impossibilitada ou tenha dificuldades para fazê-lo.
Há casos em que o paciente, por algum motivo pessoal, recusa-se a receber ajuda ou a submeter-se a tratamento. Nestes casos, pode-se colocar o nome do paciente para Irradiação.
No caso do paciente estar impossibilitado de fazer os procedimentos para a cirurgia fluídica, outra pessoa, em seu nome, pode submeter-se ao tratamento. Neste caso, o paciente é quem deve tomar as 4 doses diárias de água fluidificada. Estando o paciente impossibilitado até de ingerir água*, as doses não devem ser ingeridas por outra pessoa.


5-Conheço grupo ou família que passa por momentos de discórdia ou conflitos e desunião, o que posso fazer para ajudá-la?

Enviar periodicamente carta para Irradiação com o nome completo e endereço onde essas pessoas vivam ou freqüentem até que o grupo fique em maior harmonia.


Qualquer dúvida, escreva para o Templo Espírita Tupyara:
Rua Luiz Bezerra, 116, Lins de Vasconcelos, Rio de Janeiro - RJ. CEP 20.710-900
Telefones: (21) 2581-3399 / (21) 2581-3499

terça-feira, 15 de março de 2011

HINO DO TEMPLO ESPÍRITA TUPYARA

Templo Espírita Tupyara,
Berço do fraterno amor
Onde em comunhão de pensamentos,
Irmãos buscam as sendas do Senhor

De braços sempre abertos
E a paz no coração
Com a mente semre altiva
Com amor e vibração
Buscam na sublime e grande ermida
Encontrar a graça e o perdão

Marchando sempre a frente
Com sublimes ideais
Erguendo o Evangelho
Aos espaços siderais
Encontrando sempre, amor e luz!
Na Divina Doutrina de Jesus

Templo de amor e caridade
De Pai Manoel, Tupinambá e Frei Rogério
Onde as bêncãos do Senhor lá nas alturas
Para nós é consolo e refrigério

Templo Espírita Tupyara,
De José Hermann, seu eterno criador!
Onde em comunhão de pensamentos
Irmãos buscam a senda do Senhor

Templo Espírita Tupyara!!!

(autor: Professor Horácio Francisco da Silva)

ORAÇÃO A BEZERRA DE MENEZES

Photobucket

Nós Te rogamos, Pai de infinita Bondade e Justiça,
o auxílio de Jesus, através de Bezerra de Menezes
e suas legiões de companheiros.
Que eles nos assistam, Senhor, consolando os aflitos, curando aqueles que se tornem merecedores, confortando aqueles que tiverem suas provas e expiações a passar, esclarecendo aos que desejarem conhecer e assistindo a todos quantos apelam ao
Teu infinito Amor.
Jesus, estende Tuas mãos dadivosas em socorro daqueles que Te reconhecem o Despenseiro Fiel e Prudente; faze-o, através de Tuas legiões consoladoras, de Teus Bons Espíritos, a fim de que
a Fé se eleve, a Esperança aumente, a Bondade se expanda e o Amor triunfe sobre todas as coisas.
Bezerra de Menezes, Apóstolo do Bem e da Paz, amigo dos humildes e dos enfermos, movimenta as tuas falanges amigas em benefício daqueles que sofrem, sejam males físicos ou espirituais. Bons Espíritos, dignos obreiros do Senhor, derramai as curas sobre a humanidade sofredora, a fim de que
as criaturas se tornem amigas da Paz e do Conhecimento, da Harmonia e do Perdão, semeando pelo mundo os Exemplos de Jesus Cristo.

segunda-feira, 14 de março de 2011

CIRURGIA ESPIRITUAL A DISTÂNCIA

Orientações para Solicitar Operação Espiritual (Fluídica) à Distância (em casa)
1. Enviar carta informando: nome, idade, endereço para correspondência, CEP e descrição resumida do problema.

2. Por favor mandar, se possível, junto à carta, envelope já selado e com endereço para resposta.

3. NÃO enviar exames, radiografias ou fotografias.

4. O atendimento é inteiramente gratuito.

5. A correspondência destina-se a problemas físicos e espirituais. O trabalho destina-se ao bem-estar do Ser Humano.

6. Não é permitido, por determinação espiritual, dar diagnósticos ou consulta.

7. O Templo Espírita Tupyara não tem filiais, nem autoriza ninguém a representá-lo.

MODELO DE CARTA
Nome: ___________________________________ Idade: _____ anos
Endereço: _________________________________________________
Diagnóstico: _______________________________________________



Templo Espírita Tupyara
Rua Luiz Bezerra, 116, Lins de Vasconcelos, Rio de Janeiro - RJ. CEP 20.710-900

Telefones: (21) 2581-3399 / (21) 2581-3499
.

AVE MARIA

AVE MARIA,
CHEIA DE GRAÇA!
O SENHOR É CONVOSCO,
BENDITA SOIS VÓS ENTRE AS MULHERES
BENDITO É O FRUTO,
DO VOSSO VENTRE NASCEU JESUS!
SANTA MARIA, MÃE DE JESUS,
ROGAI POR NÓS PECADORES,
AGORA E NA HORA DE NOSSO DESENLANCE.
ASSIM SEJA

PAI NOSSO

Pai Nosso que estais no céu,
santificado seja o vosso nome,
vem a nós o vosso reino,
seja feita a vossa vontade
assim na terra como no céu.

O pão nosso de cada dia nos daí hoje,
perdoai-nos as nossas ofensas,
assim como nós perdoamos
a quem nos tem ofendido,
não nos deixei cair em tentação
mas livrai-nos do mal.

Amém.

PROGRAMA DAS SESSÕES DO TEMPLO

TEMPLO ESPÍRITA TUPYARA

SEGUNDA-FEIRAS
12 HORAS- OPERAÇÕES FLUÍDIFICAS ESPIRITUAIS.

TERÇA-FEIRAS
15 HORAS ÀS 18 HORAS - INSCRIÇÕES PARA AS OPERAÇÕES FLUÍDIFICAS ESPIRITUAIS.
20 HORAS - PRIMEIRA E TERCEIRA TERÇA-FEIRA DE CADA MÊS- SESSÃO DE FREI ROGÉRIO. PASSES, ESTUDO DO EVANGELHO E FLUIDIFICAÇÃO DA ÁGUA.

QUARTAS-FEIRAS- 13 HORAS - SESSÃO DE FREI ROGÉRIO. PASSES, ESTUDO DO EVANGELHO, FLUIDIFICAÇÃO DE ÁGUA, PRECE PARA OS DESENCARNADOS.
16 HORAS- DESENVOLVIMENTO MEDIÚNICO.
DAS 16 HS ÀS 18 HS - INSCRIÇÃO PARA AS OPERAÇÕES FLUÍDICAS ESPIRITUAIS.
PRIMEIRO E TERCEIRO SDÁBADOS.
DAS 12 HS ÀS 19 HS - SESSÃO DE PAI MANOEL. PASSES DE MAGIA E CURA.

SEGUNDA, QUARTO E QUINTO SÁBADOS
12 HS- OPERAÇÕES FLUÍDICAS ESPIRITUAIS.

SEGUNDO E QUARTO DOMINGOS
16 HS - DESENVOLVIMENTO MEDIÚNICO.

PROGRAMA DAS SEÇÕES DO TEMPLO

O Templo Espírita Tupyara fica localizado no Rio de Janeiro, na rua Luiz Bezerra, 116.
Cep- 20.710-160
Tel-(21) 2581-3399

Obras e atividades mantidas pelo Templo Espírita Tupyara.
.Atendimento espiriuitual público e gratuito
.Amparo a famílias necessitadas
.Distribuição de alimentos e vestuário
.Assistência a organizações filantrópicas
.Radiações espirituais
.Resposta à correspondência recebida
.Livraria
.Doações de livros espíritas